Orgasmo auditivo

#OrgasmoAuditivo: Rolling Stones – Angie

O orgasmo auditivo de hoje traz uma música que ‘é super antiga, de 1973, um dos clássicos dos Rolling Stones, cheia de suposições sobre sua origem, mas inegavelmente deliciosa de ouvir (se você ignorar que a letra é meio de desilusão amorosa rs). Recentemente foi até usada como trilha sonora da série “A Teia” da Globo, e acho que foi justamente por ter ouvido na propaganda da série que eu lembrei dessa música pra colocar aqui pra vocês. Como muitas outras músicas dos Rolling Stones, Angie serve como uma luva pra embalar momentos quentes e gostosos a dois… ou a três, a quatro… vai saber, né?

Enjoy, delícias!

Aceito mais indicações, seja pelo twitterfacebook ou pelos comentários daqui mesmo.

Orgasmo Auditivo: Rolling Stones - Angie

Orgasmo Auditivo: Rolling Stones – Angie

Angie Angie
Angie
Angie,
when will those clouds all disappear
Angie
Angie, where will it lead us from here
With no loving in our souls
and no money in our coats
You can’t say we’re satisfied
But Angie,
Angie, you can’t say we never tried.

Angie, you’re beautiful,
but ain’t it time we said goodbye
Angie, I still love you,
remember all those nights we cried
All the dreams we held so close
seemed to all go up in smoke
Let me whisper in your ear

Angie,
Angie, where will it lead us from here
Oh, Angie, don’t you weep,
all your kisses still taste sweet
I hate that sadness in your eyes

But Angie,
Angie, ain’t it time we say good-bye
With no loving in our souls
and no money in our coats
You can’t say we’re satisfied
But Angie, I still love you,
Baby, everywhere I look I see your eyes
There ain’t a woman that comes close to you,
come on baby, dry our eyes

But Angie,
Angie, ain’t it good to be alive
Angie,
Angie, they can’t say we never tried

Angie,
Angie,
quando aquelas nuvens todas desaparecerem
Angie,
Angie, para onde isso vai nos conduzir
Sem amor em nossa almas
e sem dinheiro em nossos casacos
Você não pode dizer que estamos satisfeitos.
Mas Angie,
Angie, você não pode dizer que nunca tentamos.

Angie, você é linda,
mas não é o momento que dissemos adeus
Angie, eu ainda te amo,
lembra-se de todas aquelas noites que choramos
Todos os sonhos que seguramos tão firmemente
pareceram evaporar-se como fumaça.
Deixe-me sussurrar em seu ouvido

Angie,
Angie, para onde isso vai nos conduzir
Oh, Angie, não chore,
todos os seus beijos continuam doce
Eu odeio essa tristeza em seu olhar

Mas Angie,
Angie, não é o momento de dizer adeus
Sem amor em nossa almas
e sem dinheiro em nossos casacos
Você não pode dizer que estamos satisfeitos
Mas Angie, eu ainda te amo,
baby, em toda parte que olho vejo seu olhar
Não existe mulher igual a você,
venha baby, enxugue seus olhos

Mas Angie,
Angie é bom estar vivo
Angie,
Angie, eles não podem dizer que nunca tentamos

 

Share:
Written by Doce Veneno
O "Meu Doce Veneno" é um blog voltado para o mundo da sexualidade, com temas variados, desde contos eróticos, até posts sobre saúde. Com uma linguagem que fala diretamente com o leitor para aproximá-lo do/a autor/a, como uma conversa com um amigo íntimo. Vem pra mostrar que sexo não é mais tabu e que deve ser abordado de forma natural, pois todo mundo gosta, e todo mundo faz, e principalmente, todo mundo gosta de falar sobre isso. Compartilhar experiências, informações, ensinar e aprender.