Contos do Leitor #21 – Interrompidos

Facebooktwittergoogle_plusreddittumblrmailFacebooktwittergoogle_plusreddittumblrmailby feather

Bom dia! Chegando com mais um Contos do Leitor pra vocês com mais um conto do Vico Ferrara. Espero que vocês curtam, porque os contos dele são uma delícia e eu adoro.

Sigam o exemplo dele e dos outros lindos que já saíram aqui, enviem seus contos para serem publicados aqui. É só enviar por email para contato@meudoceveneno.com.br ou através aqui do blog mesmo, na página de contato. Ou gritem lá no twitter ou na página do blog no facebook.

Enjoy, delícias!

Contos do Leitor: Interrompidos

— por Vico Ferrara

Já era nossa tradição terminar a tarde no alto de uma montanha que ficava no centro da cidade, curtindo o pôr do sol, namorando, transando…era bom demais poder transar dentro do carro, tão perto da cidade e das pessoas mas ao mesmo tempo longe do alcance delas.

Certa vez tirei a roupa toda do lado de fora do carro, comecei a arrancar as roupas dela, jogando de qualquer maneira dentro do carro. Ela agachou e começou a chupar meu pau… chupava, lambia, me olhava, me masturbava, chupava mais… uma delícia aquela boca e aqueles olhos azuis que me encaravam só aumentava o tesão.

Contos do Leitor - Interrompidos

Contos do Leitor – Interrompidos

Deitei ela no banco de trás do carro e comecei a chupar aquela buceta gostosa… chupei tanto que fiquei todo lambuzado daquela delícia. Não pensei duas vezes e dei um beijo bem demorado nela, que amava que eu a chupasse e beijasse em seguida.

Contos do Leitor - Interrompidos

Meu pau roçava o clitóris dela, uma pequena tortura que eu amava fazer só pra que ela me implorasse pra meter:

– Ai, mete logo, to morrendo de tanto tesão…

– Deixa eu entrar no carro, quero você por cima de mim.

Com ela por cima era uma delícia, o peso do corpo, os seios grandes balançando na minha frente enquanto eu os chupava, a bunda enorme que eu adorava dar tapas e apalpar… estava perfeito mais uma vez, uma delícia, até que um barulho de motor de carro se destacou entre nossos gemidos. Paramos na hora.

– Tá vindo pra cá??

– Sim! – eu disse – coloca a roupa!!

Que roupa? Aonde estava o que era dela e o que era meu? Não me lembro de ter colocado tão rápido uma calça jeans…não achei minha camisa social, apenas coloquei a camisa que usava por baixo da social, porque o frio já começava a aparecer. Olhei pro lado pra ver o estado da minha namorada e ela tava vestida, com a minha camisa social e sua saia. Nesse momento o carro que subia parou com os faróis iluminando nosso carro. Dois policiais desceram…

– Senhor, boa noite, este não é o local mais apropriado para fazer essas coisas.

Contos do Leitor - Interrompidos

Sério?! E o que fazer quando não se pode transar em casa, na casa da namorada e não se tem dinheiro pro motel?

– Tudo bem então, nós vamos descer de volta pra cidade…

Descemos “escoltados” pela polícia, sumimos no centro da cidade.

– E agora?

– Plano B… – falei olhando pra ela.

Subi em outro local, numa estrada de mata fechada. Gozamos gostoso, muito gostoso. Naquele dia nós não soubemos se a gargalhada que vinha fácil toda vez que a gente gozava era apenas pelo êxtase ou também pela aventura louca que poderia ter tido um desfecho diferente.

Contos do Leitor - Interrompidos

Facebooktwittergoogle_plusrsstumblrinstagramFacebooktwittergoogle_plusrsstumblrinstagramby feather

2 comments to Contos do Leitor #21 – Interrompidos

Leave a reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>