Conto do Leitor: uma noite e nada mais

Contos do Leitor: #06 Uma noite e nada mais

Facebooktwittergoogle_plusreddittumblrmailFacebooktwittergoogle_plusreddittumblrmailby feather

Conto do Leitor: Uma noite e nada mais

por: Luciena Pimenta

Foi em uma noite fria que me encantei com o seu olhar, o seu sorriso.

Passei um dia inteiro pensando naquele belo sorriso que para muitas pessoas era comum, mas para mim era um sorriso que fazia meu corpo estremecer.

Em uma noite destas sonhei com você… tudo era tão lindo, estávamos conversando e papo vai e papo vem, trocamos olhares misteriosos, que pareciam arder em fogo, você sendo muito reservado desviava o olhar em outra direção. Eu por minha vez ardendo em desejo lutando desesperadamente contra esta vontade que tomava conta de mim, não queria confundir nossa amizade com algo a mais. Mas como me controlar perto de você, dominar a sede e o meu desejo?

Conversamos muito sobre bandas… e por incrível que pareça tocava Losing My Religion – R.E.M, falamos que esta banda é ótima… gargalhada gostosa… e depois de tantas conversas engraçadas, houve aquele silêncio por falta de assunto, trocamos um olhar de apenas um segundo e sem pensar duas vezes soltei: “-Estou com boca seca.” Você perguntou se queria que buscasse algo, eu respondi que não (na verdade não queria perder um minuto de sua presença), então completei dizendo que você mataria minha sede com o doce sabor dos seus lábios. Você sendo muito gentil, sorriu e disse: “-Você é muito engraçada Ruiva”, eu então resmunguei: “é verdade, gosto deste clima frio, de sua companhia e há muito me controlo para não fazer o que vou farei agora”. E você sorrindo e ainda duvidando do que eu acabar de dizer, perguntou: “-O que vai fazer?!” Eu logo me apressei a antes de responder comecei a te beijar loucamente, o mundo poderia acabar ali mesmo nos seus braços… No começo você temia corresponder a esta loucura, eu te tocava mais e mais e você foi se entregando ao momento, então nos beijamos loucamente, eu estava feliz pois queria você mesmo que apenas por um dia.

Aquela noite a lua ficou com ciúmes de nós, naquele jardim onde conversávamos tanto, virou palco de nossos desejos, comecei atirar sua blusa e você a arrancar o meu corset, passava as mãos minha pernas com um toque divino…eu mordia gostos seu pescoço, arranha sua pele, sue beijo ficava mais intenso, eu pedia que aquilo nunca acabasse, quando finalmente você deixou seu corpo falar mais, tocava meu corpo com tanta intensidade, meus lábios percorriam seu corpo com tanto fervor e já não me aguentava de tanto tesão e você me apertava contra o seu corpo (só de lembrar eu já fico molhada), acariciava meus seios com tanta sede, que minha mão se mexeu sozinha e tirei seu pau para fora de sua calça e comecei a chupa-lo loucamente, você soltava gemidos de prazer, e quando eu te olhava estava com aquele belo sorriso no rosto, mas desta vez era um sorriso lascivo, o cheiro do sexo invadia o ar e deixava o ambiente tomado pela luxúria, coloquei o seu pau dento de mim e comecei a me mexer bem devagar , estava delicioso, e você puxava meus cabelos vermelhos, e dizia : “Ruiva assim você me mata!”, eu gemia mais alto e você abafava o som com um beijo bem gostoso, nos movimentamos por mais algum tempo e logo gozei, mas você por outro lado ainda estava cheio de vontade, e totalmente dormente,ofegante em cima de você, então tu me perguntas : -“E agora ruiva como você vai me surpreender?!”, comecei a te chupar, logo você sentiu que iria gozar e pediu que eu ficasse de quatro pois queria que seu gozo fosse todo em cima da minha bunda, apertou meus seios com força e gozou gostoso em mim, ao final sentamos nus ao lado um do outro, você me abraçou e mais uma vez me deu aquele belo sorriso me beijou e perguntou “vamos ficar só por aqui?!”, eu disse “como assim?” (Concluindo que você queria guardar segredo sobre esta noite), você por outro imaginando o que eu havia pensando me disse: “Depois de tantas indiretas sobre o meu sorriso, paramos aqui neste lugar transamos e vamos ficar somente nisto, apenas uma transa, uma ótima transa??! Eu quero ter você outra vez!” Eu sem jeito disse que não poderíamos ir mais longe que isto… como sabe eu sou casada e não posso “fugir” sempre pra ficar com você, apesar de ser muito, muito tentador, você porem sabe como me manipular, me beijou e completou dizendo que já que não poderíamos acontecer novamente, então que a noite fosse longa, me beijou novamente e então tudo se repetiu com a mesma intensidade… eu pensando em somente uma noite, um momento. Bom não sei se continuamos pois acordei, triste por ter a certeza de que foi apenas um sonho bom, gostoso e picante que não sei se serei capaz de realizar.

Consegui passar aqui cada emoção deste momento, com a mesma intensidade da qual sonhei e só relembrar faz minhas pernas estremecerem, meu corpo ficar quente e a vontade de realizar este sonho fica cada vez mais forte, e espero que você consiga entender o que senti com esta linhas.

uma noite e nada mais

Facebooktwittergoogle_plusrsstumblrinstagramFacebooktwittergoogle_plusrsstumblrinstagramby feather

9 comments to Contos do Leitor: #06 Uma noite e nada mais

Leave a reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>