Contos do Leitor - Banheiro para deficientes

Olá, minhas delícias! Chegando com mais um Contos do Leitor, dessa vez não é mais um conto da série Chocolates para Dormir, pois nosso amigo Carlos ainda não conseguiu terminar a série. Hoje é um conto delicinha de um seguidor que pediu para permanecer anônimo. Tenho certeza que vocês vão adorar!

Sigam o exemplo dele, enviem seus contos para serem publicados aqui. É só enviar por email para contato@meudoceveneno.com.br ou através aqui do blog mesmo, na página de contato.

Enjoy, delícias!

Contos do Leitor: O banheiro para deficientes

“A excitação dos dois, dentro daquele shopping lotado, começava a obscurecer a razão e a instigar a criatividade. O que fariam para dar vazão ao tesão arrebatador que tomava conta de cada espaço de suas almas? O tempo ficava cada vez mais curto e em breve eles teriam que se separar para dar continuidade à rotina do dia. O que fazer? Sem dinheiro, sem um lugar só deles, sem uma maneira de dar uma trepada rapidinha, os dois já se olhavam sem esperanças de consumar a paixão que ardia dentro deles.

– Quero beber água – disse ele.

– Vou aproveitar que o bebedouro é em frente e vou ao banheiro… – ela respondeu, melancólica.

Após beber água, ele se vira de frente para o banheiro feminino e um raio atravessa-lhe a mente ao constatar que o banheiro para deficientes, que ficava entre o feminino e o masculino, estava entreaberto. Será que daria certo essa ideia? Chegando perto discretamente, percebeu que o banheiro acabara de ser limpo e que a chave estava mesmo do lado de dentro. O segurança acabara de sair de perto dos banheiros.

Ela saiu do banheiro feminino.

Ele a puxou quase com violência para dentro.

Trancou a porta.

Ela sorriu já tirando a roupa.

Os beijos que trocaram ali nunca tinham trocado daquele jeito. Trocaram carícias libidinosas em pé, excitaram-se ainda mais ali, naquele lugar totalmente improvável para o que faziam. Ele a virou de costas e ela, apoiada na grande e baixa pia de mármore, foi penetrada com volúpia e força. Tudo isso com gemidos e sussurros a meia voz, tão baixinho que quase eles mesmo não conseguiam ouvir.

Contos do Leitor - Banheiro para deficientes

Chegando perto do clímax, ouviram uma voz do lado de fora do banheiro dizer:

– A senhora viu um casal que estava aqui ainda agora?

Ela olhou pra trás pra saber se o amante ouvira aquilo. Ele sorriu com cara de safado e, tomando-a cada vez mais perto de si, levando-a ao turbilhão de sensações que sentia, afundou o rosto no pescoço dela e gozou de uma maneira que não sabia ser capaz. Em (quase) absoluto silêncio.

Após abafarem o riso que vinha tão facilmente após o êxtase, se recompuseram e ele perguntou:

– Como faremos se o segurança estiver aí fora nos esperando?

– Eu digo que você é meu marido, está operado e eu vim te ajudar a vir no banheiro…

Riram da travessura que seria isso.

Saíram com uma expressão indiferente no rosto, mas rindo por dentro.

Soltaram uma gargalhada e saíram correndo. Não havia nem segurança nem ninguém perto do banheiro…”

Share:
Written by Doce Veneno
O "Meu Doce Veneno" é um blog voltado para o mundo da sexualidade, com temas variados, desde contos eróticos, até posts sobre saúde. Com uma linguagem que fala diretamente com o leitor para aproximá-lo do/a autor/a, como uma conversa com um amigo íntimo. Vem pra mostrar que sexo não é mais tabu e que deve ser abordado de forma natural, pois todo mundo gosta, e todo mundo faz, e principalmente, todo mundo gosta de falar sobre isso. Compartilhar experiências, informações, ensinar e aprender.